Tem dúvidas ou sugestões pra me dar? Envie por esse formulário ao lado que eu faço questão de te responder pessoalmente 😉

Comentários

comentários

O Resgate da Natureza Selvagem da Mulher

O Resgate da Natureza Selvagem da Mulher
9 de janeiro de 2017 Erika Mendel

Sensações de vazio, fadiga, medo, depressão, fragilidade, bloqueio e falta de criatividade são sintomas cada vez mais frequentes entre as mulheres modernas, assoberbadas com o acúmulo de funções na família e na vida profissional.  Esse problema, no entanto, não é recente, ele veio junto com o desenvolvimento de uma cultura que transformou a mulher numa espécie de animal doméstico.

A fauna silvestre e a Mulher Selvagem são espécies em risco de extinção pois a natureza instintiva da mulher foi reduzida e relegada às regiões mais pobres da Psique, à semelhança da fauna silvestre e florestas virgem. Vamos escavar as ruínas do mundo subterrâneo feminino e resgatar nossos recursos mais profundos da mulher.

Uma vez que que você mulher recupere a sua essência selvagem, você lutará com garra para mantê-la, pois com ela suas vidas criativas florescem; seus relacionamentos adquirem significado, profundidade e saúde; seus ciclos de sexualidade, criatividade, trabalho e diversão são restabelecidos; você deixará de ser alvos para as atividades predatórias dos outros; pois segundo as leis da natureza, temos igual direito a crescer e vicejar.

Seu cansaço do final do dia dever ter como origem o trabalho e esforços satisfatórios e nutritivos, e não o fato de viverem enclausuradas num relacionamento, num emprego ou num estado de espírito pequenos demais. Você saberá instintivamente quando as coisas devem morrer e quando devem viver; você saberá como ir embora e como ficar.

O título do Livro Mulheres que Correm com Lobos foi inspirado em um estudo de Clarissa Pinkola Estés, analista Jungiana,  sobre a biologia de animais selvagens, em especial os lobos. Ela faz uma analogia entre lobos saudáveis e as mulheres saudáveis: as 2 espécies quando saudáveis têm certas características psíquicas em comum tais como percepção aguçada, espírito brincalhão, elevada capacidade para a devoção, são gregários, curiosos, dotados de grande resistência e força. São profundamente intuitivos e têm grande preocupação para com seus filhotes, seu parceiro e sua matilha. Tem experiência em se adaptar a circunstâncias em constante mutação. Têm uma determinação feroz e extrema coragem.

Tanto as mulheres quanto os Lobos, foram alvos de desqualificações sendo-lhes falsamente atribuído o fato de serem trapaceiros e vorazes, excessivamente agressivos e de terem menor valor do que seus difamadores. Ambos, foram perseguidos e lhes foram roubados seus territórios de expressão de vida, erradicando assim tudo o que fosse instintivo, sem deixar que dele restasse nenhum sinal.

Assim como as ONG´s que defendem, protestam e lutam pelos animais e florestas em extinção, nós mulheres estamos sendo convidadas para resgatar a nossa floresta interior de onde brotam a nossa verdadeira essência da alma feminina.

O Resgate da Natureza Selvagem da Mulher

Quando as mulheres reafirmam seu relacionamento com a natureza selvagem, elas recebem o dom de dispor de uma observadora interna permanente, uma sábia, uma visionária, um oráculo, uma inspiradora, uma intuitiva, uma criadora, uma inventora e uma ouvinte que guia, sugere e estimula uma vida vibrante nos mundos interior e exterior. Quando as mulheres estão com a Mulher Selvagem, a realidade desse relacionamento transparece nelas. Não importa o que aconteça, essa instrutora, mãe e mentora selvagem dá sustentação às suas vidas interior e exterior.

Disso se trata uma Mulher Selvagem, ou seja uma mulher saudável em sintonia com o seu feminino.

 

Comentários

comentários