Tem dúvidas ou sugestões pra me dar? Envie por esse formulário ao lado que eu faço questão de te responder pessoalmente 😉

Comentários

comentários

Descubra 9 razões que comprovam que o Profeta Gentileza estava certo!

Descubra 9 razões que comprovam que o Profeta Gentileza estava certo!
9 de setembro de 2015 Erika Mendel

O fato da gentileza humana fazer com que as pessoas se sintam bem não é um conceito novo.  Desde sempre, filósofos, pensadores e religiosos afirmam que para ser feliz e necessário compaixão. Gentileza é mencionada no guia espiritual do budismo tibetano e na bíblia sagrada.

O Rio de Janeiro se orgulha de um personagem que se tornou muito conhecido por fazer inscrições nas paredes das ruas por onde andava. Ele andava com uma túnica branca e uma tinha uma barba longa, tão branca quanto a sua vestimenta.

Ele ficou conhecido como o Profeta Gentileza. Essa figura costumava escrever nos muros, pilares e  paredes, frases de gentileza. A sua mais famosa frase se tornou marca registrada do Rio de Janeiro, dividindo espaço com o Pão de Açúcar e com o Cristo Redentor nos souvenirs típicos para turistas que visitam o Rio. Camisetas, canecas e placas indicam: “Gentileza gera gentileza”

Algumas frases célebres a respeito da gentileza:

“Sem cortesia não pode haver alegria” – Thomas Carlyle (escritor e historiador escocês)

“A verdadeira felicidade consiste em fazer os outros felizes” – provérbio hinduísta

“A compaixão é a base de toda moralidade”  –  Schopenhauer

“Ser Generoso em dar e pronto a repartir” –  Bíblia Sagrada

A Gentileza no laboratório:

Nas pesquisas de laboratório, descobriu se que praticar regularmente gestos de cortesia torna as pessoas felizes por um extenso período, sendo que a proporção que as pessoas os executam, faz uma enorme diferença.

Nas pesquisas, formaram-se dois grupos de pessoas:

O primeiro grupo deveria executar cinco atividades de gentileza em um único dia da semana durante algumas semanas. O outro grupo deveria executar cinco atividades de gentileza ao longo da semana em dias diferentes.

O primeiro grupo obteve um aumento na felicidade maior do que aquelas que fizeram os atos ao longo da semana em dias diferentes. Outro fator que fez a diferença no estudo foi a variedade das atividades: Aquelas pessoas que variaram as suas atividades tiveram maior aumento da felicidade ou seja, o que indicava que, praticar ações variadas gerava uma percepção diferenciada nos participantes de estarem fazendo coisas novas e mais significativas.

O fato do segundo grupo não obter o mesmo desempenho, pode ser explicado com o fato de que muitos de nós  praticamos  pequenos atos de cortesia naturalmente  ao longo de nossa vida, e sendo assim, não houve maior empenho que o normal ao praticar tais atos ao longo da semana.

Podemos concluir que: é importante ter do cuidado em não cair em uma rotina quando praticamos atividades para a felicidade.

E como a cortesia faz bem?

Os estudos apresentam os seguintes mecanismos de ação da gentileza:

  • Fazer gentilezas alivia culpa;
  • Fazer gentilezas alivia o sofrimento e mal-estar;
  • Fazer gentilezas gera uma distração a respeito das dificuldades, afastando o sujeito das ruminações mentais, já que desloca o foco de si mesmo para uma outra pessoa;
  • Fazer gentilezas faz com que se perceba a outra pessoa de forma mais positiva;
  • Gera impacto no autoconhecimento, pois você passa a se ver como uma pessoa mais altruísta, apaixonada e piedosa;
  • Aumenta o senso de identidade gerando mais autoconfiança;
  • Propicia uma sensação de controle sobre a sua vida;
  • Pode ser uma oportunidade para aprender novas habilidades e descobrir talentos ocultos;
  • Gera gratidão no próximo, fazendo que os beneficiários gostem mais de você, elevando dessa forma a autoestima.

Um estudo feito com 5 mulheres com esclerose múltipla, durante 3 anos, no qual elas deveriam prestar assistência a outros 67 pacientes com a mesma doença, fez com que estas cinco mulheres passassem por mudanças significativas em suas vidas, diminuindo o estado depressivo, aumentando a autoestima e autoaceitação.

Pílulas de Felicidade 

Seguindo as instruções e os resultados das pesquisas e testes científicos, minha sugestão é que  você escolha um dia na semana para praticar 5 atos de cortesia.

Lembre se que esses atos não necessariamente precisam ser muito grandes, eles também não precisam ir além da sua casa, do seu local de trabalho ou da sua comunidade.

Você pode cooperar com tempo ou com dinheiro ou com inúmeras outras opções. É só usar a criatividade!

O importante é que você possa variar essas atividades a cada semana. Variar continuamente os seus gestos de cortesia demanda um certo esforço e criatividade

Ah, já ia me esquecendo é importante que, pelo menos uma dessas atividades tenha um significado maior ou mais especial para o outro e/ou para você. Lembre se que não é necessário que você se torne uma Madre Teresa ou um Dalai Lama.

Atenção à um dos erros comuns a respeito do voluntariado. Não adianta “cobrir um santo e descobrir o outro”. Não deixe de lado sua família e as pessoas de sua convivência que necessitem para assistir pessoas de fora.  Lembre se que os atos de cortesia devem se iniciar no seu próprio lar!

Para fechar.. planejar é importante: selecione os gestos, a frequência e quanto vai fazer. Considere que, se você fizer pouco não terá grandes benefícios para a felicidade mas se fizer demais pode sentir sobrecarregado e cansado e os efeitos podem ir por água abaixo.

Um beijo e atá a próxima!

Erika

Comentários

comentários