Tem dúvidas ou sugestões pra me dar? Envie por esse formulário ao lado que eu faço questão de te responder pessoalmente 😉

Comentários

comentários

Aumente a sua autoconfiança

Aumente a sua autoconfiança
1 de julho de 2015 Erika Mendel

Alguma vez você já se sentiu para baixo ao se comprar com alguém que você conhece? Sei lá, se comparou com uma vizinha ou com alguma prima?

É! Aquela prima que você acha inteligente e bonita. Ela que tem aquele marido lindo e, aí meu Deus: é tão carinhoso! (suspiros). Nossa quanta coisa de bom tem aquele casal, jovens, bonitos, inteligentes, são carinhosos um com o outro. As realizações dela são incontáveis e, sabe qual e a última do casal maravilha? Acabaram de fechar um contrato: o bebê deles será capa de revista mês que vem!

Bem, sabia que esta é uma armadilha muito eficiente para te puxar para baixo. Quando deseja ter o que alguém tem, pode sentir-se inferior ou inadequado, como resultado, você está dando um tiro no seu pé usando como arma a comparação social negativa. Comparações negativas habituais, podem levar te levar a experimentar um maior stress, ansiedade, depressão e consequentemente a fazer escolhas autodestrutivas.

Lembre-se : você é um ser único e tem o seu grande valor. Me diz agora: Como você pode ter certeza sua prima é realmente feliz neste casamento? Será que ela se sente plena nesta maternidade? Será que esta necessidade de fazer com que até o filho apareça nas capas de revista é uma necessidade de autoafirmação? As pessoas que sempre estão se auto afirmando, normalmente querem provar algo para alguém, não são plenas.

Saiba que você é um ser sagrado, único e irrepetível.

Pode até ser que não, mas provavelmente ela, a prima tem outros valores próprios dentro da sua singularidade, assim como você tem dentro da sua.

Se você olhar para ela a partir de uma perspectiva mais equilibrada, pode ser que você perceba que ela é um ser humano, com a sua própria quota de desafios, assim como você tem os seus.

Não sei se você já assistiu um filme, chamado Amor por contrato, com Demi Moore e David Duchovny como protagonistas. Bem, o filme mostra uma típica família americana de mudança para um condomínio de luxo.

Eles são os Jones, modelo de felicidade perante os vizinhos. Sempre com um sorriso no rosto, adoram ostentar seus bens — do carrão último tipo ao celular de novíssima geração. Logo, logo, o espectador descobre a verdadeira trama por trás de tanta perfeição: os Jones só fingem ser uma família mas na verdade trabalham para uma empresa de marketing cuja especialidade é provocar o desejo de consumo nas pessoas à volta deles. A coisa vai tão fundo que um dos vizinhos acaba se suicidando, ao se comparar constantemente com aquela pseudo família perfeita.

Olhe para si e para as suas relações.

Foque na sua grama e não olhe para grama do vizinho. Desta forma você descobrirá em você mesma os potências que tanto deseja. Se seu foco for o outro e não a si mesmo, isto nunca será possível.

Pílula de Felicidade:

  • Feche os olhos, se lembre de algo que as pessoas comentam com você que somente você sabe fazer aquilo. Pode ser uma receita, pode ser uma habilidade especial para algo.
  • Feche os olhos e ouça as pessoas te dizendo como aquilo que você faz é especial. Veja este algo se materializando na sua frente. Você pode toca-lo, você pode senti-lo. Fique ai um tempinho nestes sensações de ver, sentir e ouvir. Se é uma torta por exemplo, sinta o cheiro dela, veja a torta, ouça seus filhos elogiarem a sua torta.
  • Pronto, este será o seu talismã para quando você começar a fazer comparações com outra pessoas ou quando vier algum sentimento de inveja (mesmo que seja a tal inveja branca que muitos falam). Quando isto acontecer, você imediatamente pode fechar os olhos e trazer a sua mente a sua torta, por exemplo e com ela estas mesmas sensações que você está tendo neste momento.

 

Vale lembrar mais uma vez, não se esqueça de Experimentar “Pílula da Motivação”. Se inscreva gratuitamente abaixo para receber o material.

Um beijo!

Comentários

comentários